Menu

O segredo dos casais felizes

Além da vontade de ficar junto os casais felizes se esforçam diariamente para manter a relação. Mas eles também compartilham algumas características. Saiba quais são e inspire-se a fazer o mesmo com seu amor. Casais felizes têm espaço em rotina para atividades de lazer e prazer em comum e em separado.

Se relacionar com alguém não é tarefa fácil. É um trabalho constante que exige paciência, boa vontade e amor. E mesmo com todos os requisitos em dia, os atritos são inevitáveis, as mudanças no comportamento acontecem e a individualidade deve ser sempre preservada.

Neste cenário, quem tem dificuldade em colocar em prática estas regras básicas observa os casais que exibem felicidade na relação e se pergunta: “Por que eles são mais felizes? O que eles fazem que eu e o meu parceiro não fazemos?”

Existem casais mais resolvidos do que outros. Mas são diversos os fatores que causam a falta de harmonia a dois, a começar por um problema típico do início do relacionamento: muitos ignoram os defeitos e aquilo que não querem ver no parceiro ao começarem a relação.

“Com o tempo, principalmente depois que a fase da conquista passa, a pessoa pode querer mudar as características que não agradam e que foram ignoradas no início. Diante disso, se o casal não souber lidar com o momento, vai enfrentar desarmonia”, explica a especialista em terapia comportamental Vânia Calazans.

O grande segredo das relações duradouras e felizes é que ambos os parceiros tendem a ser mais dispostos a negociar e a resolver as situações, a enfrentar as dificuldades juntos e a encontrar alternativas e soluções boas para os dois. Vânia aponta que nessas relações é notável um investimento dos dois lados, ou seja, que ambos se dedicam na mesma intensidade.

Outro ponto muito importante é construir um canal de diálogo. A comunicação, além de ser a base para resolver os problemas, também é a melhor forma do casal se aproximar e viver momentos prazerosos.

“Eles deixam de conversar porque têm receio brigar ou medo de magoar o outro. A consequência é que acabam conversando pouco e isso normalmente gera um afastamento”, aponta Renata de Azevedo, especialista em terapia para casais.

As duas especialistas enumeram alguns pontos comuns a todo casal feliz para viver em harmonia e superar obstáculos, veja a seguir:

Gentileza

Quando um quer ver uma mudança no outro a melhor forma de expressar essa vontade é falando de forma gentil, cuidadosa e sem ofensas. Vânia sugere o ‘reforço positivo’ – técnica que reafirma um comportamento ou uma atitude que um gosta no outro – para assim encontrar a mudança desejada.

Assertividade

Brigas são inevitáveis mas ao entrar em uma discussão em que ambos fiquem exaltados, os casais equilibrados evitam falar de forma impositiva. Caso contrário, o parceiro atingido pode se sentir ofendido e dar uma resposta negativa de defesa. Assim, a briga ganha maior proporção e a chance de acabar em desentendimento é grande.

Respeito

Identificar e respeitar o limite do outro é fundamental para ter um relacionamento saudável. Além de momentos juntos, também é importante que cada um preserve a sua individualidade. Os dois precisam cultivar amizades individuais e ter momentos para fazer atividades sem o parceiro. Isso revigora e dá mais ânimo ao relacionamento.

Eles sabem criticar (e ouvir críticas)

O momento da crítica pode ser muito delicado. Mas os casais em sintonia sabem colocá-las uma de cada vez e com delicadeza. A crítica será sempre melhor aceita quando salientadas primeiro as qualidades e ditas com jeito. Ao receber uma crítica, também é importante saber ouví-la e não responder ao outro com um novo apontamento.

Namoro constante

Uma relação longa necessita ser refeita várias vezes. Namorar é importante. Comemorar os momentos da vida a dois, não apenas dar um presente ou escrever um bilhete, mas parar juntos para recordar a trajetória da dupla. Isso aproxima o casal porque falar das boas lembraças ativa as emoções.

Investimento na rotina

É importante mostrar o que deseja e fazer convites diretos ao parceiro. A falta de realização dos desejos entre o casal pode resultar em monotonia e falta de interesse de um pelo outro. “Não deixe de fazer as loucuras que se faz quando se está namorando”, exemplifica Vânia.

O meu, o seu e o nosso

Hoje em dia a questão financeira pode ser um ponto de atrito se não for bem administrada. O importante é saber negociar o compromisso financeiro entre o casal de forma equilibrada e justa para os dois.

Diálogo

Um diálogo claro não dá margem a interpretações equivocadas. Além disso, a única forma de resolver questões é conversando. Se o casal não fala, perde a oportunidade de resolver problemas que podem acumular e gerar outros maiores no futuro.

Sonhos e planos

Aqueles partilhados pelo casal podem vir primeiro, mas em alguns momentos é preciso saber ceder e investir no sonho de apenas um dos parceiros. Entretanto, tais decisões devem ser acordadas antes, para que no futuro não gerem frustrações. A realização de sonhos e as conquistas conjuntas ajuda a renovar a relação.

Conciliação

Não existe opinião certa ou errada, são nossas experiências que fazem com que enxerguemos as situações de uma determinada forma. É preciso respeitar o ponto de vista do outro. Tentar mudar gostos, crenças e opiniões pode ser desgastante e muitas vezes é pura perda de tempo.

Veja a seguir 10 coisas que você pode fazer para transformar para melhor a sua relação:

  1. Não deu certo uma vez? A segunda pode ser ainda melhor: a maturidade que advém de relacionamentos anteriores é fundamental para um casamento duradouro.
  2. Pequenos gestos: é importante se empenhar e realizar pequenos mimos, como enviar mensagens românticas ao longo do dia.
  3. Não se acomode: em vez de checar as redes sociais, que tal aproveitar para conversar sobre o dia ou trocar carinhos?
  4. Respeite os agregados: o parceiro traz consigo uma série de “bagagens”, como amigos e familiares, que devem estar presentes nessa nova fase.
  5. Cuidar da saúde é cuidar do amor: um estilo de vida mais saudável e menos estressante também é benéfico para o casamento.
  6. Mantenha a chama da paixão acesa com carícias, maturidade e companheirismo .
  7. Filhos mudam tudo, mas é importante que o casal se esforce para garantir que os momentos íntimos aconteçam.
  8. Discutir a relação – com calma – é essencial.
  9. Não se iluda: saber que um casamento não é como nos contos de fadas ajuda a encarar as situações de crise com menos drama e mais maturidade.
  10. Uma noite da semana só para vocês: pode ser um jantar romântico, uma noite no motel ou algum outro programa divertido.

Categories:   Casamento, Destaque, Relacionamentos

Comments