Home > Relacionamentos > Casamento > Andarão dois juntos se não houver acordo?
familia

Andarão dois juntos se não houver acordo?

“Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?” (Amós 3:3)

Acordo: Harmonia, combinação, conformidade; concordância; pacto, ajuste; convenção. Para que possamos andar juntos como cônjuges, necessitamos respeitar algumas cláusulas e regras básicas do acordo conjugal:

A CLAREZA NA COMUNICAÇÃO

Comunicação: Ação, efeito ou meio de comunicar; aviso; participação; transmissão de informações; convivência; comunhão. Como poderemos combinar alguma coisa se não nos comunicamos de maneira clara e objetiva?

 A. Pense duas vezes antes de falar, não seja precipitado ao responder e fale de tal maneira que a outra pessoa possa entender aquilo que você quer dizer. Fale sempre a verdade mais com amor, pois é possível discordar com palavras mansas. · Pv 21:23 “O que guarda a boca e a língua guarda a sua alma das angústias”. Pv 15:23 “O homem se alegra em dar resposta adequada, e a palavra, a seu tempo, quão boa é!”. Pv 15:28 “O coração do justo medita o que há de responder, mas a boca dos perversos transborda maldades.”

B. Não se envolva em rixas. É possível discordar com palavras mansas. Pv 20:3 “Honroso é para o homem o desviar-se de contendas, mas todo insensato se mete em rixas.” Pv 17:14 “Como o abrir-se da represa, assim é o começo da contenda; desiste, pois, antes que haja rixas.”

C. Não responda com raiva, use palavras brandas e respostas que edifiquem. Pv 15:1 “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira. Ef 4:26 “Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.”

D. Use o silêncio como estratégia e não como punição. 1Pe 3:1 “Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa.”

O COMPROMISSO EM CUMPRIR AS REGRAS

Compromisso: Obrigação ou promessa, entre partes, de sujeitarem a arbitramento a decisão de um pleito; ajuste; contrato; convenção; acordo; comprometimento. Como poderemos combinar alguma coisa se não temos compromisso em cumprir o que foi acordado?

 A. Quando no livro de Gênesis 24:63, narra-se a história de Isaque e Rebeca, vemos quão grande foi o comprometimento que tiveram pelo seu matrimônio, mesmo não se conhecendo minutos antes de se unirem como marido e esposa (segundo os costumes da época). Em nossos dias as oportunidades são muito maiores para os casais, pois se conhecem bem antes do casamento, porém o compromisso em cumprir o acordo é pequeno. 1 Tm 5:12 “tornando-se condenáveis por anularem o seu primeiro compromisso.” Mt 19:6 “De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” Ec 5:4 “Quando a Deus fizeres alguma promessa, não tardes em cumpri-la; porque não se agrada de tolos. Cumpre o voto que fazes.”

B. Mesmo que este compromisso matrimonial não tenha sido feito diante de Deus, agora está… Portanto marido e esposa devem cumprir as regras do matrimônio em amor. Não basta que apenas um cônjuge ouça a voz de Deus, juntos peçam sabedoria para discernir o que estão ouvindo e de quem estão ouvindo, lembrem-se que o diabo anda ao derredor, buscando a quem possa enganar. Tg 3:17 “A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento.” Is 30-:21 “Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele.” Mt 18:19 “Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.”

C. Estando em acordo os cônjuges tornam o matrimônio – por fora uma muralha forte, instransponível para o inimigo de nossas almas – por dentro, como um jardim regado e cuidado pelos cônjuges e abençoado pelo Senhor. Ec 4:12 “Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.”

NÃO JULGAR PELA RAZÃO

Razão: Faculdade espiritual do homem, por meio da qual ele pode conhecer e julgar; direito, justiça, eqüidade; juízo; bom senso; A. Por muitas vezes encontramos casais em luta pelo direito à “razão” em uma determinada situação de conflito. Jesus por diversas vezes teve a sua “razão” destituída, roubada, e nem por isto utilizou dela para se justificar diante de Deus. Outrossim, não tendo culpa alguma se entregou à morte pelas nossas transgressões. Não procure justiça própria, não endureça seu coração, busque acima de tudo em Cristo, fazer a vontade de Deus. Jo 5:30 “não procuro a minha própria vontade, e sim daquele que me enviou.” Fp 4:7 “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus?” Jr 17:9 “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”

PRIORIZAR OS PLANOS DE DEUS

Plano: intento de fazer alguma coisa; desígnio; empreendimento. A. Preocupações excessivas com os tesouros da terra, posições a ocupar diante da sociedade, estética do corpo, etc, são atitudes que não agradam a Deus e, por conseguinte enfraquecem a nossa aliança conjugal. O Senhor é quem deve planejar o futuro. Ele instruirá o casal na direção da vida vitoriosa. Ec 9:10″Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.” Ec 5:7 “Porque, como na multidão dos sonhos há vaidade, assim também, nas muitas palavras; tu, porém, teme a Deus.” Pv 16:1 “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR.” Sl 37:5 “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.” Pv 3:5 “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te apóie no teu próprio entendimento.” Mt 6:33 “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6:25 “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir.”

casalSP1 300x135 Andarão dois juntos se não houver acordo?

 

Loja de Sites